Por que fazer o teste rápido de HIV?

Pessoas portadoras do HIV são, às vezes, descritas como pessoas com AIDS, e isso não é correto. Você pode ter HIV sem ter AIDS. Com diagnóstico precoce e tratamento correto, as pessoas podem ter uma vida longa sem desenvolver a AIDS, mas, para isso, é necessário que você saiba se tem ou não o vírus.

Os tratamentos atuais são tão bons que, com diagnóstico precoce e tratamento correto feito regularmente, pode-se suprimir o vírus a níveis tão baixos que ele se torna indetectável e intransmissível. 

Existe um plano global para acabar com a AIDS até 2030 e o primeiro passo é que todos saibam se são portadores do HIV, portanto, todos nós temos um papel a desempenhar. 

No Brasil, o Ministério da Saúde estima que 830 mil pessoas têm HIV e 84% foram diagnosticadas com o vírus - o equivalente a 694 mil pessoas - enquanto 132 mil permanecem sem diagnóstico. De acordo com a OMS, o HIV pode ser transmitido pelo contato com diversos fluidos corporais de indivíduos infectados, como sangue, leite materno, sêmen e secreções vaginais. Não é possível se infectar por meio de contatos cotidianos, como beijo, abraço, aperto de mão ou compartilhamento de objetos pessoais, comida ou água. As pessoas que permanecem sem conhecimento sobre o HIV são, sem saber, a fonte da maioria das novas infecções.