Permanecendo negativo

Permanecendo negativo
Sexo seguro: Pratique sexo seguro. Usar um preservativo é a maneira mais fácil de se proteger do HIV e de outras ISTs.
Sexo mais seguro: Faça as escolhas certas, tenha atitude e exija sexo seguro.
Sexo mais seguro de todos: Assuma a responsabilidade por sua saúde sexual, a menos que você esteja absolutamente certo da condição do seu parceiro em relação ao HIV. Mesmo assim, sexo seguro é a melhor escolha.
Como faço para permanecer negativo?
Pratique sexo de forma segura - Os preservativos são a maneira mais fácil de proteger você e outras pessoas contra a infecção pelo HIV e outras ISTs (infecções sexualmente transmissíveis), pois eles oferecem uma barreira e impedem que os fluidos corporais de outra pessoa entrem em contato com seu organismo.
Sexo vaginal e anal com penetração, são os de maior risco. Os preservativos masculinos ou femininos oferecem a melhor proteção de barreira se forem usados ​​corretamente.
Alguns preservativos vêm lubrificados, mas você pode optar por usar uma lubrificação adicional (lubrificantes). Procure sempre utilizar um lubrificante à base de água; já que os lubrificantes à base de óleo (vaselina, óleo para bebês, etc.) danificam os preservativos e os torna ineficazes. Você precisa usar um preservativo novo para cada parceiro caso esteja fazendo sexo com mais de uma pessoa. É aconselhável trocar o preservativo após 30 minutos durante uma relação sexual longa.
O sexo oral também é sexo com penetração, mas tem um risco muito menor de se contrair  HIV, a menos que você tenha cortes ou feridas na boca ou sangramento nas gengivas. Opte por usar um preservativo com sabor ou uma represa dental.  
Brinquedos sexuais, vibradores, dildos (consolo ou consolador é um objeto em formato que imita um pênis com o intuito de ter contato, fantasia ou penetração oral, anal ou vaginal) ou qualquer objeto que entre em contato com os órgãos genitais de uma pessoa, também são classificados como sexo penetrativo e podem transportar fluidos corporais infectados. Caso haja compartilhamento desses objetos é necessário utilizar um preservativo para envolvê-los em cada pessoa que forem inseridos. 
Sexo sem penetração é "sexo seguro" e tem um risco muito menor. Masturbação mútua, frottage (ato sexual feito entre dois homens onde ocorre a estimulação mútua de seus orgãos sexuais) e massagem erótica, são tipos de sexo sem penetração que muitas pessoas gostam.
Seja criativo. Algumas pessoas não gostam de usar preservativos, mas eles mudaram muito nos últimos anos. Você pode obter preservativos em diferentes tamanhos, sabores e com recursos adicionais para aumentar o prazer e as sensações. Lembre-se que os preservativos são a melhor maneira de se proteger e de proteger outras pessoas contra a infecção pelo HIV e outras ISTs, então se você acha que não gosta de usar preservativos, vale a pena experimentar algumas variedades e encontrar a certa para você.
Você pode comprar preservativos aqui (alguns novos produtos emocionantes estarão disponíveis neste site em breve) ou para mais opções você pode ir para  
PrEP 
A PrEP é uma associação medicamentosa que pode ser tomada por homens ou mulheres HIV negativos antes das relações sexuais com o objetivo de reduzir o risco contágio pelo HIV. Um conceito semelhante ao da pílula contraceptiva que interrompe a gravidez em mulheres. A medicação é um comprimido chamado Truvada (Entricitabina e Tenofovir), um fármaco antirretroviral comumente usado para tratar o HIV e impedir que o vírus do HIV se instale e se espalhe pelo corpo do usuário caso ele pratique sexo sem preservativo. Não protege contra outras ISTs.
PrEP pode ser tomada regularmente ou somente quando necessário (2 comprimidos dentro de 24 horas antes de fazer sexo e uma dose 24 e 48 horas depois). Ambos os métodos são eficazes, mas dependem de tomá-los corretamente, caso contrário pode não funcionar. 
Fazendo as escolhas certas...
Mesmo que você tenha conhecimento sobre o assunto, não é fácil garantir a prática de relações sexuais seguras depois de ter feito uso de bebidas ou drogas, ou ambos. É mais fácil falar sobre preservativos e sexo antes da relação, é muito mais difícil discutir o assunto depois que o ato sexual já tenha iniciado.
Não importa se alguém com quem você faz sexo não mencione preservativos ou HIV. Um parceiro que não conhece o seu status pode estar infectado sem saber ou, caso o saiba, pode ter dificuldade em lhe dizer. É muito mais seguro usar a proteção. Portanto, faça as escolhas certas pensando em você.  

Você tem o direito de fazer suas próprias escolhas e as pessoas de respeitá-las. Diga 'sim' ao sexo que você quer e 'não' ao sexo que você não quer. E não se esqueça, se correr riscos, faça testes regularmente. Assuma o controle.

Compre agora